A TIPS 4Y utiliza cookies para melhorar a navegação. Ao fechar esta mensagem aceita a nossa política de cookies. O que são cookies

ACEITAR COOKIES

A solução de Mobility as a Service da Free2Move

Mobilidade

Saber Mais

 

As novas formas de mobilidade estão à distância de uma app instalada no smartphone. Carros, scooters ou bicicletas podem ser encontrados e utilizados num espaço de minutos, tendo por base o conceito de mobility as a service (MAAS). Cada vez mais procuradas, estas alternativas enquadram-se numa realidade em que “as pessoas já não querem ser donas da sua própria casa ou do seu próprio carro”, explica Scott Shepard, diretor comercial da Free2Move, resumindo a sua visão do futuro do negócio automóvel.

 

Atenta a esta realidade, a Free2Move percebeu também que as soluções de mobilidade ainda não eram disponibilizadas da melhor forma aos utilizadores. Cada solução de mobilidade é uma realidade isolada e não combinada, obrigando o utilizador a registar-se em plataformas diferentes. Desta forma, criou uma aplicação móvel que agrega as diferentes soluções de mobilidade, concretizando o conceito de MAAS e simplificando o dia a dia dos utilizadores. Em Lisboa, por exemplo, já é possível ver na mesma aplicação os carros, scooters e trotinetes dos diferentes operadores e fazer a reserva de forma mais simples.

 

Fornecer soluções que se baseiam no conceito de "mobility as a service" é uma das valências da Free2Move, empresa que nasceu no seio do grupo PSA (fabricante das marcas Peugeot, Citroën e Opel). Presente na conferência World Shopper, em Carcavelos, a empresa apresentou o seu modelo de negócio.

 

Benefícios de mobility as a service para empresas e particulares

 

Neste cenário de transformação no perfil de consumo, os próprios fabricantes perceberam que, estar hoje no mercado, é muito mais do que o tradicional negócio de produzir e comercializar automóveis. “Os construtores estão a perceber que podem encontrar novas fontes de receita e de monetização a partir de diferentes formas de mobilidade, utilizando a ferramenta MAAS para maximizar a utilização dos veículos que produzem”, diz o diretor comercial da Free2Move.

 

Seguindo esta linha, a empresa desenvolveu soluções de leasing e ferramentas de gestão de frotas que visam servir de alternativa ao paradigma clássico do carro de empresa. Mas o futuro do conceito de MAAS, acredita Scott Shepard, vai mais além e será feito de partilha: “Promovemos a aplicação de formas de mobilidade partilhada, através de incentivos e de ferramentas de gamificação nas empresas. Isto inclui bicicletas, scooters, boleias partilhadas, shuttles, entre outros. Estas novas opções reduzem a dependência do carro da empresa e o uso dos automóveis pessoais dos próprios colaboradores. Resolvem-se dois problemas ao mesmo tempo”.

 

A  Free2Move tem um serviço próprio de carros partilhados, os elétricos da Emov, mas estende os seus serviços a diferentes operadores de mobilidade, entre os quais o Drive Now, a Acciona e a eCooltra. Scott Shepard explica porquê: “A grande vantagem para as empresas e indivíduos - e que introduz uma diferença para os outros concorrentes - é que nos baseamos em duas ideias, somos abertos e agnósticos. Não damos preferência a um fornecedor de mobilidade e não temos uma app ou uma plataforma fechada”.

 

 

Gestão mais racional do parque automóvel

 

As ferramentas de mobility as a service da Free2Move são também importantes para os decisores políticos. “Ajudamos a administração local a orquestrar e a coordenar todos os fornecedores de mobilidade, para que esta possa recuperar o controlo e alinhar da melhor forma as políticas para alcançar objetivos de longo prazo de mobilidade partilhada e de sustentabilidade”.

 

A adoção dos serviços de mobilidade partilhada por parte das cidades trazem múltiplas vantagens para todos os intervenientes. Estas soluções permitem uma gestão mais eficiente do parque automóvel, com ganhos muito relevantes na área da mobilidade, no impacto ambiental e na redução dos custos associados à utilização de veículos. Um mundo menos poluente, com soluções integradas de mobilidade que trazem vantagens para cidadãos, empresas e gestores públicos, e no qual a Free2Move quer ser um participante ativo.

 

 

Veja a participação do CCO da Free2Move (PSA Groupe), Scott Shepard:

Mobilidade . 04 jul. 2019

Subscreva o Blog Tips 4Y

Não perca nenhum dos nossos artigos! Subscreva a nossa newsletter e tenha acesso a informação valiosa sobre viagens, dados e tecnologia.

Artigos Relacionados

Os desafios que as novas formas de mobilidade estão a colocar ao rent a car

Os serviços de rent a car foram obrigados a evoluir para acompanhar as novas tendências de mobilidade. Conheça os desafios colocados a estas empresas

Saber Mais

Impacto da mobilidade nas cidades e negócios auto

A mobilidade partilhada está cada vez mais presente nas cidades, mas o automóvel continua a ter muito peso. Conheça os desafios do pós-venda automóvel

Saber Mais

Projeto IPBike - bicicletas elétricas para a comunidade académica

As bicicletas elétricas invadiram o espaço académico de Bragança e prometem incentivar a comunidade a adotar hábitos mais sustentáveis de mobilidade.

Saber Mais

subscrever  blog