A TIPS 4Y utiliza cookies para melhorar a navegação. Ao fechar esta mensagem aceita a nossa política de cookies. O que são cookies

ACEITAR COOKIES

A tecnologia 5G aplicada à mobilidade automóvel

Tecnologia

O conceito V2X (vehicle to everything) aplicado pela portuguesa Veniam

Saber Mais

Imagine estar a conduzir e receber alertas para obstáculos que ainda não estão no seu campo de visão, evitando possíveis acidentes antes de estes ocorrerem. Trata-se de um veículo que emite avisos sempre que peões, ciclistas ou obstáculos se atravessam na estrada. Este não é um filme de ficção científica. O cenário de colocar veículos a comunicar entre si e a interpretar informações sobre o seu meio envolvente já é uma realidade e a grande responsável por esta evolução é a tecnologia 5G.

 

 

A SEAT, um dos principais fabricantes automóveis, tem sido pioneira na implementação desta tecnologia. “Até agora, o veículo só oferecia informação que o condutor podia ver. Agora, graças à tecnologia 5G, receberá informação do ambiente urbano, antes de o condutor ver”, refere César de Marco, engenheiro da SEAT e responsável pelo projeto-piloto “5G Connected Car”.

 

 

As vantagens da implementação da tecnologia 5G

 

Comunicação, controlo e computação são os conceitos-chave da indústria automóvel para os quais a tecnologia 5G dará um grande contributo, resume João Barros, CEO da Veniam, startup portuguesa que desenvolve software para permitir que os veículos comuniquem entre si e transmitam grandes volumes de dados. As potencialidades da conectividade 5G são grandes, principalmente porque esta é uma “tecnologia versátil que, em combinação com todas as redes existentes, poderá conduzir ao mais alto nível de inovação”, salienta João Barros. 

 

As vantagens das redes 5G são evidentes: disponibilização de múltiplos serviços e aplicações, melhoria da segurança rodoviária e o facto de potenciar avanços significativos na produção de veículos autónomos.

 

Quando comparada com a conectividade 4G, a tecnologia 5G tem a grande vantagem de colocar os veículos a comunicar uns com os outros e a receber informação de uma forma imediata, permitindo uma leitura instantânea do que se passa ao redor e uma condução mais segura e eficiente, salienta o CEO da Veniam. 

 

À segurança aliam-se os benefícios na área da mobilidade nas cidades com a diminuição dos congestionamentos e da pegada ecológica devido ao menor consumo de combustíveis. Mas, no conjunto, o potencial que se abre para a indústria automóvel é enorme, explica João Barros: “Os fabricantes passam a ter novas formas de monetizar os seus serviços, surge a oportunidade para novas empresas entrarem no mercado fornecendo as suas aplicações, o utilizador passa a beneficiar de novas experiências digitais.”

Dê-nos a sua opinião

 

 

A caminho da revolução da indústria automóvel

 

Sendo evidentes as vantagens em adotar a conectividade 5G na indústria automóvel, a sua introdução plena tem um longo caminho a percorrer. “A tecnologia 5G está ainda um pouco atrasada, devido aos elevados custos que implica”, refere João Barros, acrescentando que, neste momento, ainda existe uma curva de aprendizagem e um período de adaptação necessários, por parte de toda a cadeia responsável por esta tecnologia, desde fabricantes e entidades governamentais até empresas de telecomunicações. 

 

Ainda assim, segundo o CEO da Veniam, “podemos e devemos falar já na comunicação V2X”. O conceito de Vehicle to Everything ou V2X – comunicação do veículo com a infraestrutura existente e os outros veículos – está a ser aplicado por entidades como a Veniam, que está a trabalhar com as fabricantes automóveis e a estabelecer parcerias com empresas como a Bosch para a comunicação de dados. Assim, foi possível desenvolver já um software que procura manter o veículo constantemente ligado à rede, garantindo a conexão com outras viaturas, bem como o envio de dados para a cloud.

 

A mudança está a acontecer e novas oportunidades estão a surgir num caminho incontornável em que a tecnologia 5G terá de coexistir com todas as redes atuais para criar aquilo a que João Barros chama de “uma verdadeira revolução na indústria automóvel”.

 

 

 

Tecnologia . 17 dez. 2019

Subscreva o Blog Tips 4Y

Não perca nenhum dos nossos artigos! Subscreva a nossa newsletter e tenha acesso a informação valiosa sobre viagens, dados e tecnologia.

Artigos Relacionados

Loja online de peças auto: a melhor experiência para os seus clientes

A pandemia acelerou a urgência do digital. No pós-venda automóvel, uma loja online de peças auto pode ajudar o seu negócio a crescer

Saber Mais

ContiService implementa plataforma inteligente de orçamentação

TIPS 4Y colabora com a ContiService no processo de digitalização das suas oficinas

Saber Mais

Covid-19: A importância da digitalização do pós-venda automóvel

O pós-venda automóvel está em constante mutação e enfrenta desafios cruciais na diferenciação dos negócios. Conheça a importância de abraçar a digitalização

Saber Mais